Nota:

Minha foto
Menino besta cheio de sonhos aprisonado no corpo de um homem sóbrio e cheio de desejos.

Escolha a dose.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

No infinitivo pessoal

Já vesti tempestades,
dancei sorrisos,
engoli felicidades
e ergui abismos.

Provei ruídos,
bebi maldades,
troquei sentidos
lavei saudades.

Cansei bondades,
chovi caminhos,
pintei vontades
casei sozinho.

Já dormi silêncios,
feri magoados,
amei vestígios
escrevi passados.

Por contradizer eu,

por contradizeres tu,

por contradizer ele,
por contradizermos nós,

por contradizerdes vós
,
por contradizerem eles,
é que me contradigo.

Um comentário:

brunera disse...

Vou"lavar" essa saudade. Ela tá manchando demais a minha vida.

Brunita.