Nota:

Minha foto
Menino besta cheio de sonhos aprisonado no corpo de um homem sóbrio e cheio de desejos.

Escolha a dose.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Sapeca.

Saltitando, sem sentir, segue seqüenciada sua saga solta.
Sente sua sedução saciar sedes. Salva sonhos selecionados sobrescrevendo sentenças sutis, sabe-se saboreia seu sucesso sem sacrifício sem sequer saciar-se. Serena, sagaz, sensível, sara sandices sensatamente só sorrindo. Se solta, sobrevive, sorri, segue sempre. Saca sonhos sensíveis, sinônimos singulares sem sínteses, sem soberbas. Sutilmente. Sinal sobrenatural.
Sóbrio, sigo-lhe sorrateiro, soslaio silencioso, sincero, sigo sem sagacidade, só simples seguir sem segredo.
Sinto-me seqüestrado, sem ser sovina sou suave.
Seja sim.
Sempre.
(e.)

6 comentários:

Marisa disse...

Simplesmente sensacionais seus sentidos simplificados.

David Sento-Sé disse...

Hooooowooooooo...ameis os esses.

MANU AO PÉ DA LETRA disse...

Só sendo simplesmente você para escrever Sapeca.

ViVi disse...

Que coisa mais singela e linda ao mesmo tempo...

Laura Ludmilla disse...

Seria sensacional se soubesses sentir saudade sem sofrer... Uyyy.. :D

brunera disse...

Aliteração total!